Cerro Largo, 19 de abril de 2024. Boa Madrugada!
[email protected] (55) 9.9982.2424
Logomarca LH Franqui
Publicado em 03/01/2024 19:51:14 • Região

Cermissões não registrava tantos danos por temporal há seis anos

Em 38 horas, todos os associados atingidos tiveram a energia restabelecida
Foto: Divulgação / Cermissões

O findar de 2023 foi de muito trabalho para as equipes da Cermissões, que atuaram ininterruptamente após o temporal que atingiu vários municípios no amanhecer da sexta-feira (29/12).

Ao todo, foram 1.930 comunicados de falta de energia a Central de Operações e Distribuição (COD), feitos pelos associados através do 0800.541.1122, no WhatsApp 3355.3000, no Messenger do Facebook e Instagram, e no site e aplicativo da Cooperativa.

Destas comunicações, foram geradas 522 ocorrências, nos municípios de São Paulo das Missões, Porto Xavier, Roque Gonzales, Porto Lucena, Pirapó, Dezesseis de Novembro, Cerro Largo, Rolador, Salvador das Missões, Santo Antônio das Missões e São Pedro do Butiá.
Os principais problemas nos sistemas de distribuição, decorreram de árvores e galhos sobre as redes elétricas, causando o rompimento de cabos, a queda de 20 postes e a queima 6 de transformadores.

HÁ SEIS ANOS NÃO ERAM REGISTRADOS TANTOS ESTRAGOS

Desde 2017, quando um temporal destruiu vários quilômetros de redes em São Miguel das Missões, a Cermissões não havia registrado tantos estragos após uma tempestade.

As primeiras ligações ocorreram por volta das 6h da manhã de sexta-feira, quando se tomou conhecimento da grande proporção dos estragos causados na área de atuação, concentrados na região de São Paulo das Missões e Porto Xavier. Imediatamente foram acionadas todas as equipes da Cooperativa, e da empreiteira terceirizada Plastiluz, visando reestabelecer a energia com a maior brevidade possível.

A região que mais sofreu com o temporal, tem inúmeros produtores de leite e suinocultores, que necessitam de energia elétrica para ordenha, refrigeração do leite e alimentação dos animais, por isso mobilizamos todo o efetivo disponível para trabalhar na reconstrução das redes danificadas. Nestes momentos de intempéries climáticas, é que notamos o quanto é importante investir na renovação da frota e em equipamentos que facilitam o trabalho a campo, pois uma das principais dificuldades nestas horas, e de chegar até os locais onde é preciso trocar um poste ou um transformador, destacou o presidente da Cermissões, Diamantino Marques dos Santos.

Contabilizando todos os setores que trabalharam após o temporal, foram mais de 100 funcionários, da Central de Atendimento (0800.541.1122), da Central de Distribuição e Operações (COD), 14 equipes com camnhonetes, duas equipes linha viva, quatro equipes de construção da Cermissões, equipe de podas, três equipes de construção da empreiteira terceirizada Plastiluz, uma carreta para distribuição de postes, um caminhão para distribuição de material pesado, uma caminhonete para distribuição de material leve, equipes dos Postos de Atendimento, equipe do almoxarifado distribuindo os materiais necessários para recomposição das redes, além de outros setores internos auxiliando no contato com os associados.

ORGANIZAÇÃO FACILITOU TRABALHO DAS EQUIPES

Conforme o coordenador das Equipes de Construção, Rudinei Santos, a principal prioridade nos atendimentos, era a segurança dos funcionários, e para isso foram acionadas as equipes de folga, e elaborado um cronograma de trabalho, possibilitando a continuidade dos serviços, de forma que facilitasse a liberação de materiais, e o trabalho conjunto com a Plastiluz.

Devido ao grande número de ocorrências, foi preciso um esforço extra de todas as equipes, onde primeiramente foram reconstruídas as redes troncais, para depois iniciar os reparos nos ramais, e graças a este empenho, por volta das 23h do sábado (30/12), 38 horas após o início do mutirão, todos os associados atingidos estavam com a energia reestabelecida, frisou Rudinei.

REVISÕES APÓS RESTABELECIMENTO DA ENERGIA

Passada a fase mais crítica logo após o temporal, na terça-feira (2/1/24), a Cermissões continuou trabalhando nas áreas afetadas. Em algumas situações, foram realizados trabalhos paliativos que possibilitaram a energização das redes, sendo necessário a complementação dos serviços, principalmente na retirada de árvores que apresentam risco de cair sobre a redes, e a troca de postes e transformadores danificados.

COMPREENSÃO DOS ASSOCIADOS

Quando da incidência deste tipo de evento, é natural ocorrer o congestionamento dos canais de atendimento, pois vários associados acionam a Cooperativa em simultâneo, e informando a mesma situação que causou a falta de luz. Por isso que é muito importante, que todos tenham salvo nos seus celulares, além do número telefônico 0800.541.1122, o WhatsApp 3355.3000.

Sabemos da importância da energia elétrica nas residências e propriedades, onde sem energia não funciona internet, e dificulta as atividades quotidianas, porém solicitamos a compreensão dos associados, pois muitas vezes o reestabelecimento da energia, não depende da equipe que está a campo, próxima da sua residência, sendo necessário aguardar o concerto de uma rede geral, que alimenta os remais residenciais. O Engenheiro Eletricista Eluir acompanhou o trabalho a campo, e aproveitou para conversar com muitos associados que aguardavam ansiosos o retorno da energia. Precisamos explicar a sistemática do trabalho, e eles acabavam entendendo ser uma situação atípica, e que a Cermissões estava empenhada para resolver os problemas, disse Eluir.

Fonte: Assessoria de Comunicação Cermissões
cermissões
temporal
tempestade
estragos
CONTINUE LENDO
Receba nossas notícias pelo WhatsApp