Cerro Largo, 08 de agosto de 2022. Boa Tarde!
[email protected] (55) 9.9982.2424
Logomarca LH Franqui
Publicado em 01/07/2022 12:48:01 • Salvador das Missões

Cooperoque sedia encontro de 11 cooperativas do RS e SC

Objetivo foi conhecer o case do tratamento de dados gerenciais pela cooperativa
Cooperativas do RS e SC estiveram presentes na Vila Santa Catarina

A Cooperoque sediou durante a terça-feira, 28 de junho, um encontro que reuniu profissionais da área contábil de 11 cooperativas do Rio Grande do Sul e do estado de Santa Catarina. Buscando conhecer o case de tratamento de dados gerenciais da Cooperoque, representantes das cooperativas A1 (SC), Agropan, Auriverde (SC), Camnpal, Coasa, Coopatrigo, Coopermil, Cotrifred, Cotrijal e Cotrirosa visitaram a Vila Santa Catarina e conheceram as práticas de uso de software gerencial e as formas de tratamento e uso de informações gerenciais utilizados pela Cooperoque.

Na parte da manhã, aconteceu a recepção dos profissionais e logo após a apresentação do vídeo institucional, que foi adaptado especialmente para o evento, onde a Cooperoque demonstrou aos presentes seus últimos investimentos que visam e realizam atividades com finalidade de diminuição de custos e melhorias operacionais, como os investimentos em uma trilhadeira de vagens verdes e o sistema de produção e queima de cavacos de madeira, para aumento substancial de eficiência dos secadores.

Na sequência do vídeo, o presidente da Cooperoque, Delmar Limberger, realizou as boas-vindas aos convidados, desejando um bom dia de trabalho na cooperativa e colocando-a a disposição de todos.

O próximo a fazer uso da palavra foi o Superintendente Elmar Inácio Stracke, que inicialmente salientou dos seus 61 anos de atuação na Cooperoque e da importância do dia de trabalho que se iniciava, reportando-se à necessidade de as cooperativas realizarem eventos conjuntos com a finalidade de fortalecer o sistema cooperativo. Stracke destacou os investimentos apresentados no vídeo e caracterizou-os como passos importantes dados pela Cooperoque na busca incessante de competitividade e oferecimento das melhores condições aos associados.

Elmar também destacou os investimentos na busca de modernização da gestão como a criação de um Comitê de Gestão de risco, que atua há cerca de um ano na cooperativa, buscando a otimização de recursos e aumento de eficiência em todos os setores.

Outro ponto enfatizado pelo Superintendente é o fato de que a gestão é determinante para o êxito das empresas. Elmar lembrou que das centenas de cooperativas agrícolas criadas no estado, restam pouco mais de 30, resultado de, na maioria dos casos, má gestão. Por isso da importância de buscar a modernização das ferramentas gerenciais e otimizar a tomada de decisões.

Como primeira pauta do dia, foi realizada a apresentação de um software de tratamento de dados para usos gerenciais, do qual a Cooperoque é uma das pioneiras em sua implantação. O sistema, denominado Geninfo SAGE, realiza a coleta de dados do sistema ERP, e faz o tratamento desses dados para a produção de informações dinâmicas, para serem usados no monitoramento de indicadores e suporte nas decisões gerenciais.

Após a apresentação, os presentes participaram de um debate sobre as dificuldades dos profissionais da área contábil em produzir informações fidedignas para suporte ao processo de gestão e organização empresarial.

Ao meio-dia, os participantes puderam conhecer mais uma estrutura da Cooperoque, a Afucoper, onde foi servido o almoço de integração.

Na parte da tarde, sob coordenação do auditor Erni Dickel, sócio da empresa de Auditoria Dickel e Maffi, os participantes seguiram com a programação do dia apreciando temas técnicos relevantes no contexto das cooperativas agropecuárias. A exposição pelo auditor Erni foi feita mediante análise de dispositivos de diversas normas de contabilidade, promovendo a reflexão e o debate sobre cada um dos temas.

Dos temas abordados, destaque para a mensuração do custo dos produtos agrícolas vendidos, os efeitos das variações de preços dos produtos agrícolas, controles e operações de proteção e sistemas de rateios e alocações de valores, entre outros.

Entre as diversas afirmações feitas pelo auditor Erni, um destaque foi para a seguinte: “Toda informação contábil deve ser adequadamente explicada/justificada pela área contábil. As informações contábeis são a base do sistema de informações gerenciais, as quais, juntamente com outras informações, devem resultar em subsídios para o processo de gestão.”

O profissional contábil Rodolfo Heinsch, da Camnpal, de Nova Palma/RS, afirma levar da Cooperoque a visão de que “se trata de uma Cooperativa preocupada e empenhada em gerenciar a melhor maneira os dados contábeis e de produção, a fim de tomar as melhores decisões com base nos seus números”. Heinsch afirma ainda de que “o evento vai de encontro a um dos princípios do cooperativismo, a intercooperação. A troca de experiências enriquece o sistema, e abre portas para novas parcerias”.

Para a contadora da Cooper A1, de Palmitos/SC, Leila Cristina Matte Pasqualotto, “a Cooperoque vem aperfeiçoando seus controles internos e gestão de riscos com excelentes ferramentas.” Leila considera muito importante a troca de informações entre as Cooperativas, pois o que é bom deve ser divulgado.

Para Mauro Rech, Diretor Administrativo da Cooperoque, que realizou o encerramento do evento, para a Cooperoque foi uma alegria sediar o dia de trabalhos. Rech afirma de que “este é o papel das cooperativas e que cada vez mais uma deve ajudar a outra, com vistas a fortalecer o sistema. A troca de ideias e a ajuda mútua sempre fez parte da Cooperoque e certamente de todas as cooperativas representadas no evento”.

Rech também exaltou a importância do setor contábil da Cooperoque na organização do evento e nos trabalhos da cooperativa, abordando a organização dos trabalhos e a forma de atuação, buscando apresentar além das informações legais e cumprir com as obrigações tributárias, trazer as informações que servem para o dia a dia de trabalho na Cooperoque.

O evento foi promovido pela Cooperoque e pela empresa de auditoria Dickel e Maffi, e contou com o apoio do Sindicato dos Contadores do Rio Grande do Sul.

Fonte: Assessoria de Comunicação Cooperoque
cooperoque
cooperativas
dados gerenciais
Delmar Limberger
Elmar Stracke
Mauro Rech
CONTINUE LENDO